Nas Bancas

Nicolás Maduro

Nicolás Maduro

Getty Images

Nicolás Maduro proclamado presidente da Venezuela entre protestos da oposição

O presidente interino da Venezuela, Nicolas Maduro, foi declarado vencedor das eleições presidenciais, realizada no fim de semana, apesar de o candidato derrotado, Henrique Capriles, exigir uma recontagem dos votos.

Lusa
16 de abril de 2013, 11:53

O presidente do Conselho Eleitoral Nacional (CNE), Tibisay Lucena, entregou os resultados certificados a Nicolás Maduro, depois de o proclamar "presidente eleito da Venezuela", na sequência de umas eleições disputadas com Henrique Capriles.
O CNE informou que, quando estavam escrutinados 98,7% dos votos, Maduro recolhia a preferência de 50,75% dos votantes e Capriles 48,98%, estando separados por apenas 262.473 votos.
Governo português felicita Nicolás Maduro pela vitória
O Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) felicitou hoje Nicolás Maduro pela sua eleição nas eleições presidenciais de domingo na Venezuela e enviou um voto de confiança à comunidade portuguesa pela sua participação no desenvolvimento daquele país.
"O Governo português saúda o povo venezuelano pela elevada participação no escrutínio presidencial, durante o qual este revelou um comportamento cívico e pacífico que é necessário assinalar", refere o MNE num e-mail enviado hoje à agência Lusa pelo seu porta-voz.
Na mensagem, o MNE diz que o Governo "envia ainda um voto de plena confiança à Comunidade Portuguesa residente na Venezuela, comunidade que participa diariamente no desenvolvimento daquele país e cujos interesses e bem-estar contam, em permanência, com o apoio" do executivo português.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras