Nas Bancas

Primeira criança curada do vírus da Sida traz nova esperança

A criança tem dois anos e é americana.

Redação CARAS
4 de março de 2013, 13:48


Apesar dos cientistas se manterem cautelosos e falarem em “cura funcional”, o sucesso alcançado no caso de uma menina norte-americana, de dois anos, é um grande avanço no que se refere à cura da Sida.
A criança, filha de mãe seropositiva sem acompanhamento médico, começou a tomar antirretrovirais apenas 30 horas depois de ter nascido e essa intervenção precoce estará, segundo os médicos, sido fundamental.
A “cura funcional” significa que a presença do vírus é tão reduzida que nem sequer é detetável nas análises sanguíneas e não requer tratamento. Apesar de não existirem garantias de que a menina permanecerá saudável ao longo da vida, este é já considerado um grande avanço no combate à doença.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras