Nas Bancas

Isaltino Morais com a mulher, Patrícia Camarinho, e o filho, Afonso.

Isaltino Morais com a mulher, Patrícia Camarinho, e o filho, Afonso.

Nuno Miguel Sousa

Isaltino Morais apresenta última reclamação na Relação para evitar prisão de dois anos

Segundo fonte judicial à agência Lusa.

Lusa
11 de fevereiro de 2013, 16:46

O presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, apresentou na Relação uma reclamação, a última diligência para evitar o trânsito em julgado da prisão efetiva de dois anos, disse hoje à agência Lusa uma fonte judicial.
Na reclamação, distribuída à 5.ª Secção do Tribunal da Relação de Lisboa, ainda sem data marcada para a decisão, a defesa de Isaltino Morais pretende a revogação de decisão daquela instância, que lhe foi desfavorável a 29 de janeiro, relacionada com a prescrição de crimes de fraude fiscal alegadamente cometidos em 2000 e 2001.
O autarca, que referiu nunca ter sido notificado pelas Finanças por causa de dívidas fiscais, alegou a prescrição dos crimes que lhe são imputados, mas tanto o Tribunal de Oeiras como a Relação de Lisboa recusaram a pretensão de Isaltino Morais.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras