Nas Bancas

Caras905.jpg

CARAS

Soraia Chaves: “Orgulho-me das minhas origens humildes”

A atriz defende a família e diz que são as coisas simples que a fazem feliz.

Redação CARAS
11 de dezembro de 2012, 17:37

“A vida de miséria de Soraia Chaves” ou “Soraia Chaves – Drama familiar. Novo assalto ao café dos pais dela leva-os ao ferro velho para escaparem à miséria.” Estes são títulos de artigos publicados na imprensa nos últimos meses e que desagradaram totalmente à atriz. Reservada por natureza, Soraia Chaves, de 30 anos, sempre optou por ignorar as notícias que não abonam a seu favor, mas a partir do momento em que os lesados são os seus pais, Henrique e Eunice Chaves, não consegue disfarçar que ficou revoltada. E porque preza a família, de quem é muito próxima e que tem estado ao seu lado em todas as suas conquistas, foi esse assunto que acabou por dominar esta entrevista à atriz que se destacou como Amélia em O Crime de Padre Amaro, que venceu um Globo de Ouro para melhor atriz pela sua interpretação em Call Girl e que vive agora, na novela Dancin’ Days, a vilã Raquel. LEIA A ENTREVISTA NA CARAS DESTA SEMANA.
E MAIS…
Celso Martins e Ana Rita Rocha brindam ao amor no Castelo da CARAS
Filhos de Margarida Marante recordam a jornalista com o apoio do pai e da avó
Recuperada do susto, Betty Grafstein comemora 80.º aniversário no Porto
Merche Romero está mais magra
D. Isabel de Bragança é uma mãe orgulhosa: “Temos muita sorte, são bons filhos e muito fáceis”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras