Nas Bancas

2014.03.10

Nuno Markl bloqueado no Facebook

O humorista e animador de rádio partilhou um desenho da sua autoria, feito a pedido do filho, e foi bloqueado pela rede social, que entretanto admitiu o erro e repôs a publicação.

Nuno Markl costuma partilhar momentos do seu dia a dia no Facebook e este fim de semana uma das suas publicações gerou polémica. O humorista e animador de rádio mostrou um desenho da sua autoria, pedido pelo filho, Pedro, de quatro anos, que gerou diversas reações na rede social. Pouco tempo depois, a publicação foi denunciada e resultou na suspensão da conta durante 12 horas.
Markl exprimiu a sua indignação. “Para quem não sabe o que se passou, foi algo tão ridículo como isto: por incrível que possa parecer, alguém apresentou, com sucesso, uma queixa ao Facebook por causa do meu desenho do "cocó menina" imaginado pelo meu filho Pedro, de 4 anos, e desenhado por mim. O desenho foi censurado por não estar de acordo com "as políticas" desta rede social e fui bloqueado 12 horas. O desenho de um cocó pestanudo.
Ao bufo ou bufa que fez a denúncia digo apenas: ... eh pá, a sério? A sua vida é mesmo assim tão triste?
Aos responsáveis do Facebook - e há um departamento em Portugal que provavelmente lerá isto e percebe o que digo - digo apenas o seguinte: se as políticas do Facebook incluem uma alínea em que uma ideia infantil e inofensiva, uma brincadeira entre pai e filho, pode valer ao seu autor um bloqueio de 12 horas que envolve até o bloqueio da sua capacidade de enviar mensagens privadas, prejudicando desta forma o trabalho de quem usa esta rede social como ferramenta laboral, como eu uso, permitam-me que vos diga que o Facebook tem políticas de cocó, e daquela trampa mais feia, longe do "cocó menina" idealizado pelo meu filho que gerou toda esta ridícula situação”, disse.
Entretanto, o Facebook assumiu o erro e repôs a publicação original. “Acredito sempre no triunfo do bem e faço a minha vénia de gratidão ao pessoal do Facebook, que admitiu a falha e devolveu o desenho original do cocó-menina ao meu mural. Obrigado pela vossa atenção e que este acontecimento possa ter contribuído para uma revisão das políticas de censura de conteúdo. Há muito conteúdo grave espalhado por esta rede social - violento, perverso, perigoso. Encontrar uma maneira de separar o trigo do joio impõe-se. De novo, obrigado ao Facebook por ter reconhecido e corrigido o problema. Nem todas as empresas se dariam a esse trabalho e a essa humildade que julgamos arredada dos gigantes”, afirmou Nuno Markl após o sucedido.

CARAS

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras